top of page

Protegendo a Vida Selvagem de Moçambique

Em maio de 2024, realizou-se uma importante atividade na sede da Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) para apoiar e fortalecer a luta contra o crime ambiental. Esta iniciativa foi um esforço colaborativo que envolveu a ANAC, o Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC), a TRACE Wildlife Forensics Network, e a Mozambique Wildlife Alliance (MWA).


A MWA desempenhou um papel crucial no processamento do marfim apreendido, realizando tarefas como pesagem, identificação e criação de uma base de dados abrangente. Além disso, foram recolhidas amostras de ADN para ajudar a determinar a origem do marfim. Este trabalho meticuloso é essencial para rastrear rotas de comércio ilegal e compreender o impacto mais amplo do tráfico de vida selvagem.


Através desta abordagem colaborativa, visamos garantir a preservação das espécies ameaçadas e do património natural de Moçambique para as gerações futuras.




Kommentarer


bottom of page